quinta-feira, 21 de junho de 2012

CIO


O que é cio?
Consideramos que uma cadela está na puberdade quando ela tem seu primeiro cio. Ele ocorre entre 7 a 10 meses de idade, na maioria das raças. O cio é a época de "namoro" da fêmea, pois fora desse período ela não aceita a cobertura do macho. Diferentes das fêmeas, os machos não apresentam cio e podem acasalar em qualquer época. Os machos podem detectar o odor das fêmeas no cio a uma grande distância. Um ferormônio é eliminado junto com a urina das cadelas nessa fase, e é ele que atrai os machos.

Como identificar o cio:
A região genital externa das cadelas (vulva) começa a inchar e observa-se um sangramento de leve a moderado. Chamamos de primeiro dia do cio, o dia em que se observa o início do sangramento.

Duração do cio:
Em média, o cio das cadelas dura de 15 a 16 dias.

Frequência do cio:
O cio das cadelas manifesta-se a cada 6 meses, normalmente. Mas há cadelas cuja frequência varia a cada 5 ou 7 meses, o importante é que o intervalo seja constante.

Períodos do cio:
Na primeira metade do cio, observa-se um sangramento leve que diminui ou desaparece totalmente em torno do 7o. ou 8. dia. Nesse período, a cadela deixa-se cheirar pelo macho, mas não aceita que ele monte sobre ela. Na segunda metade do cio, apenas o sangramento é evidente, embora muitas cadelas ainda possam sangrar. Nessa fase, as cadelas permitem a monta e o acasalamento com o macho. O final do cio é notado pela diminuição evidente da região genital e quando a fêmea passa a rejeitar o macho.

Como evitar que a fêmea fique prenha: não permitir que ela tenha contato com machos do 7o. ao 15o. dia (ou final) do cio. A castração é uma excelente opção para quem não quer que seu animal tenha crias. Uma vez castrada, a fêmea não terá o inconveniente do cio. O uso de anticoncepcionais não é um método totalmente seguro para a saúde do animal.

"Cio seco":
Algumas cadelas não apresentam sangramento durante o cio. Nessas fêmeas, é muito mais difícil identificar o momento certo para o acasalamento. Para quem tem um casal de cães e não tem muita experiência, isso é um problema pois os acasalamentos indesejáveis poderão acontecer. Algumas pessoas, por não perceberem sangramento na fêmea, acham que seus animais nunca tiveram cio. Cadelas mais velhas podem apresentar cio seco.

As fêmeas têm cio até o final da vida. Não existe a "menopausa" em cadelas.

A citologia vaginal é um exame que tem como principal finalidade a detecção da fase do ciclo estral (cio) em que a cadela se encontra. Dependendo do resultado encontrado, podemos descartar ou determinar a data provável para que a cópula (acasalamento) se realize, evitando-se assim:

viagens desnecessárias quando os animais envolvidos são de locais distantes;
brigas entre os mesmos, pois quando a cadela ainda não se encontra no momento correto para a cobertura (estro), não aceita o macho.

Através da citologia , podemos também detectar:

enfermidades: tais como, ciclos reprodutivos anormais, infertilidade, piometra, vaginite e neoplasia;
a presença de espermatozóides no esfregaço (lâmina contendo material retirado da vagina), confirmando uma cópula recente.

O procedimento para a coleta do material é simples e não requer a tranquilização ou anestesia do animal, a menos que a fêmea seja indócil ou muito agitada. Deitamos o animal sobre a mesa e introduzimos um swab (espécie de cotonete esterilizado) na região da vagina. Estaremos, assim, coletando células que serão analisadas e classificadas. De acordo com o tipo de células e quantidades de cada tipo, podemos determinar a fase do ciclo estral em que a fêmea se encontra. É um método rápido e indolor para o animal e muito útil também para auxiliar no tratamento de animais com problemas reprodutivos.

Fases do ciclo estral (cio)

O cio compreende quatro estágios :

Proestro - quando se manifesta edema (inchaço) vulvar e descarga vaginal hemorrágica (sangramento), com duração de aproximadamente 9 dias; nesta fase a cadela pode apresentar alterações comportamentais.

Estro - neste período a fêmea se torna receptiva e fértil, permitindo que o macho faça a monta. Na presença do macho, a fêmea expõe sua genitália, colocando a cauda de lado; esta fase do ciclo pode ter uma duração média também de 9 dias;

Diestro - significa o fim do cio, quando a cadela não aceita mais o macho, permanecendo neste estágio por mais ou menos 2 a 3 meses.

Anestro - com duração média de 4 meses, quando a cadela não apresenta praticamente nenhuma alteração de comportamento, fruto da atividade dos hormônios sexuais.

proestro (9 dias) -> estro (9 dias) -> diestro (2 a 3 meses) -> anestro (4 meses)

Determinando-se através da citologia vaginal a fase do ciclo em que a cadela se encontra, podemos determinar o momento certo para o acasalamento ou inseminação artificial, além de determinarmos possíveis causas de infertilidade. A citologia vaginal é um procedimento executado por veterinário especialista na área de reprodução.

Métodos de contracepção
Ninhadas: ter ou não ter, eis a questão!

Chegou aquele presente tão desejado em casa. Aquela pequena filhote que esperavam a tanto tempo. O que a maioria das pessoas não vislumbra no futuro, é que esta cadelinha levada e sapeca um dia poderá ser mãe de outros lindos filhotes. E muitas vezes não desejados ou até mesmo abandonados. Então o que fazer?

O que todo proprietário deveria estabelecer desde o começo da vida de sua cadelinha é: Vou querer que ela cruze no futuro? Sim ou não? Quando? Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe, o ideal é procurar realizar a esterilização cirúrgica (castração) precoce ou não. A castração precoce é realizada antes mesmo da fêmea entrar no primeiro cio. Esta prática vem sendo utilizada em diversos países, inclusive no Brasil, e elimina uma série de problemas futuros, inclusive diminui a chance do aparecimento de tumores nas glândulas mamárias. Se não for precoce, a castração pode ser realizada com a fêmea em qualquer idade. Mas se não existe ainda a certeza sobre fazer ou não a cirurgiade esterilização, e você quer evitar que a sua cadela acasale, vamos ver o que pode ser feito:

Contenção física
Quando a sua fêmea entrar no cio* deve-se separá-la dos machos existentes na mesma casa. Tomar cuidado também com os machos da vizinhança, pois se a sua cadela não estiver bem segura, os cães podem invadir sua residência e cruzar com ela. Verificar sempre portões, muros, janelas. Nesta época, os cães conseguem proezas para alcançar a sua amada. Cuidado, pois o período no qual ela pode cruzar e ficar gestante não é só aquele em que ocorre o sangramento. Ele se estende até depois do sangramento ter parado e sua duração pode variar de cadela para cadela. Outro problema existe quando as cadelas possuem cio silencioso (sem corrimento sanguinolento). Somente outro cão ou exames laboratoriais conseguem diagnosticar. Portanto, contenção física não é uma metodologia muito segura.

* período que, normalmente, se inicia com a presença de secreção vaginal sero-sanguinolenta.

Anticoncepcionais
Uma outra opção é a utilização de medicamentos (orais ou injetáveis) para eliminar o cio nas cadelas. Eles são feitos com base em derivados de progestágenos (hormômios). Cada fabricante possui um medicamento próprio com a dosagem e indicação correta. Caso sejam utilizados de maneira errada e indiscriminada podem acarretar graves danos à saúde da sua cadela. Pode-se citar como exemplo o surgimento de infecções uterinas, tumores nas mamas, útero e ovários. Quando a opção for esta, deve-se sempre procurar um médico veterinário, para que este indique o medicamento ideal para o caso da sua fêmea.

Interrupção da gestação
Um outro procedimento que pode ser realizado é a interrupção de uma gestação já em andamento. Pode ser feito através de cirurgia (castração) ou administração de drogas específicas para este fim. Para qualquer opção escolhida é essencial que seja feita logo no início da gestação (primeiro dias), período no qual a cadela sofrerá menos no pós-operatório e há menor intensidade dos efeitos colaterais do medicamento. Hoje em dia existe uma droga que pode ser utilizada com maior segurança para este fim. Qualquer um dos procedimentos escolhidos deverá ser realizado e acompanhado por um médico veterinário.

Novidades
Várias pesquisas têm sido desenvolvidas para que os anticoncepcionais possuam maior ação com menor efeito colateral. Como exemplo pode-se citar os implantes hormonais, métodos de imunocontracepção.

Bem, de tudo isto acima, o ideal é programar a futura vida de sua fêmea. Caso não existam planos para que ela seja uma futura mamãe o ideal é castrá-la.

Fonte(s):

Nenhum comentário:

Postar um comentário